quarta-feira, 29 de junho de 2011

PADRONIZAÇÃO VISUAL COMPROVA SER UM ERRO PARA ÔNIBUS DO RJ


DESPERDÍCIO - Mal o carro foi repintado, foi logo posto à venda.

As pessoas estão preocupadas. Nota-se um certo incômodo nos pontos de ônibus. Ninguém reclama, porque está acostumado com os desmandos das autoridades. Além disso, o povo tem seus compromissos pessoais, e agora tem que redobrar suas atenções para evitar o risco de pegar o ônibus errado.

Enquanto isso, pessoas que se fascinam por tudo que venha da "sabedoria" dos escritórios tecnocráticos acham que o atual esquema está ótimo e que padronizar o visual vai disciplinar o transporte coletivo. Não vai. Os exemplos de Curitiba e São Paulo já são sintomáticos. Além disso, a sobrecarga das secretarias de transporte - que controlam os sistemas de ônibus com mão de ferro - já cria um colapso que nenhum "São Volvo" longo ou de piso baixo irá resolver.

A confusão atinge a todos. As linhas 397 e 398 confundem os moradores do Campo Grande. Que diferença faz o 535XX da Campo Grande e o 585XX da Bangu? E o troca-troca de linhas que agora faz os moradores de Vila Kosmos pegarem ônibus para Curicica, que é bem longe?

Mas os transtornos são mil. Só na quarta-feira passada, 22, notou-se apenas parte dos inúmeros erros que fazem o transporte de ônibus carioca, nesta atual fase, um grande fracasso, com os especialistas já prevendo um colapso para antes de 2014.

Vejamos alguns erros:

1) Carros com bandeiras de lona deixam de exibir a linha nas partes laterais e traseiras, dificultando os passageiros que não estão posicionados na frente para identificar que linha serve tal ônibus. A City Rio e a Campo Grande são alguns exemplos.

2) Um ônibus midi com bandeira digital, da Vila Real, operando na linha 908 Bonsucesso / Guadalupe, estava com o letreiro dianteiro exibindo apenas "NSUCESSO".

3) Carros da Neobus Mega 2006 da Campo Grande e Madureira Candelária circulam com a tampa lateral sem trinco, o que faz a tampa bater na lataria diante dos veículos em movimento.

4) Carros da CAIO Apache VIP II da Pégaso já estão deteriorados e circulando com a lataria amassada e suja, além dos pára-choques quebrados.

5) Um ônibus midi da Viação Ideal estava circulando com marcas de mão na expressão "Cidade do Rio de Janeiro", sendo um provável protesto já mencionado por nosso amigo Leonardo Ivo.

6) Carros que já receberam a pintura padronizada já começam a ser vendidos, o que indica um desperdício de tinta que, certamente, será reembolsado pelos passageiros através das tarifas atuais.

Mas, infelizmente, de nada adianta escrever milhares de transtornos e equívocos. As autoridades estão surdas. Os tecnocratas, arrogantes, se acham os donos da verdade. Os busólogos-pelegos sentem nojo de textos que não concordam com o que eles pensam.

Sabe como é, a verdade machuca, melhor é viver sonhando com o Rio de Janeiro parodiando Madri (talvez como uma gozação pelo fato da capital espanhola ter sido mais preparada para sediar as Olimpíadas de 2016).

Infelizmente, para alguns, o povo é apenas um detalhe.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

A campanha anti-padronização ainda continua ativa, participem!

 
     A campanha contra padronização das pinturas do ônibus do Rio continua ativa. Anteontem, estive com os bombeiros na Alerj assinando o abaixo assinado pela anistia dos 400 guerreiros. Ainda esta semana e na semana que vem, pretendo entrar em contato com eles sobre nossa causa e sobre essa mudança de numeração de linhas sem critério. E na mesma semana, faremos uma nova rodada de divulgação do abaixo assinado nos principais locais de circulação do Rio. Embora esta mudança nas pinturas já esteja avançada, ainda há tempo de dete-la, pois ela assim como esta mudança desnecessára de numeração de linhas, estão trazendo um tremendo transtorno para empresas e passageiros. O exemplo mais gritante desta mundaça de linha é o caso da S27 ( Marechal Hermes - Urucânia), que havia mudado para 897 e agora é 738 confundindo rodoviários e passageiros. Por conta disso, nós também iremos criar um abaixo assinado para reverter esta mudança de linhas.
   Pedimos encarecidamente que participem deste abixao assinado e do outro que será criado em breve, pois entendemos que a população, icluindo os leitores deste blog, não são cobaias e muito menos palhaços. Por isso pedimos a colaboração de vocês. Leiam o texto do nosso amigo Alexandre Figueiredo.

CONTINUA PETIÇÃO CONTRA PADRONIZAÇÃO VISUAL DOS ÔNIBUS DO RJ



A petição contra a padronização visual dos ônibus do Rio de Janeiro continua valendo, apesar da repintura dos ônibus estar em estágio avançado e do grupo político de Eduardo Paes e Sérgio Cabral Filho praticamente ter "comprado" a adesão de alguns busólogos fluminenses.

Vale lembrar que não são todos os busólogos fluminenses, mesmo alguns que fotografam ônibus padronizados, que aderiram ao esquema. Até porque vários desses busólogos fotografam os ônibus de visual padronizado por uma simples questão de informação.
http://www.blogger.com/img/blank.gif
No entanto, há outros que passaram a ter uma conduta mais esnobe, arrogante, grosseira e até ofensiva, o que mostra o quanto estes estão do lado dos interesses anti-populares do grupo político de Paes e Cabral, e estão nervosos por verem que o que eles defendem não é do interesse da coletividade (ainda que tentem dizer o contrário).

Mas, em que pese essa situação, a petição continua valendo através do seguinte endereço:

http://www.petitiononline.com/alexfig2/petition.html

É preciso que os leitores participem dessa petição, mas procurem chamar seus amigos e familiares para fazer o mesmo. Essa campanha não conta com patrocinadores, é feita no mais puro interesse público.

Agora, o pessoal que ficar do lado da padronização visual, estará do lado de governantes que despejam moradores de casas populares, mandam prender bombeiros, estão de rabo preso com empreiteiros e dirigentes esportivos e pouco estão se lixando com o sofrimento das classes"

PADRONIZAÇÃO VISUAL DE ÔNIBUS NÃO SEGUE A LÓGICA DO TRÂNSITO




Um bom exemplo do que a medida da padronização visual dos ônibus vai contra a lógica geral do trânsito nas cidades é a comparação com os carros de ambulância, bombeiros e outros.

Pode parecer que uma coisa não tem a ver com outra, mas tem.

Veja uma ambulância como esta da foto. Certamente parece uma grande bobagem a palavra "Ambulância" aparecer escrita ao contrário, uma coisa de débil mental, não é mesmo?

Nada disso. A palavra "Ambulância" está escrita ao contrário para facilitar o reconhecimento do veículo pelo motorista de um outro veículo a vê-lo pelo retrovisor. É uma medida de facilitação de reconhecimento, portanto.

No caso dos ônibus, a padronização visual dificulta o reconhecimento dos ônibus por pessoas que vivem ocupadas no dia-a-dia. Portanto, a diversidade visual, que tornaria um ônibus reconhecível pelo visual de cada empresa, não é mera questão de estética, mas de utilidade pública.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Que fim levaram!

     Para quem se pergunta o que aconteceu com a Ocidental, Santa Sofia e Amigos Unidos, veja nesta foto tirada no inicio deste ano sobre o seu fim. A garagem da falecida Ocidental virou sepultura das três. Como muitos devem saber, a Translitorânea sucedeu a Amigos Unidos e a Rio Rotas a Santa Sofia e a Ocidental. No caso da Rio Rotas, esta reativou a garagem da Santa Sofia assim que a mesma surgiu após a licitação de araque feita pela prefeitura, optando por desativar a garagem da Ocidental e tranforma-la em cemitério e depósito das três. Na epoca desta foto, esta garagem estava com esta quantidade de ônibus, agora quase seis meses depois, está com o triplo disso.
       Na prática, a única empresa que saiu do Rio e foi extinta, foi a Oriental. O restante continua com outros nomes como a City Rio ( Bresa, Via Rio e Auto Diesel), Translitorânea (Amigos Unidos) Gire (Erig) e Rio Rotas ( Ocidental e Santa Sofia).
       De qualquer forma as empresas que estão nesta ex-garagem, agora cemitério de ônibus, vão ficar na saudade, sobretudo nos períodos de auge como a Santa Sofia e Ocidental. Que elas descancem em paz! E só!

domingo, 12 de junho de 2011

CLUBE DO ÔNIBUS LEGAL ANUNCIA SEU FIM


A politicagem que corrompe parte da busologia fluminense - que tendenciosamente aderiu ao projeto de Eduardo Paes para o transporte público - está provocando até baixas em fotologs busólogos interessantes.

Depois do fim da CIA de Ônibus, de Sydney Júnior, e do Clube do Trecho, é a vez do Clube do Ônibus Legal, de André Neves, anunciar seu fim para daqui a um mês.

A busologia fluminense passa por uma situação delicada, quando "panelinhas" de busólogos tentam prevalecer na sua visibilidade, em detrimento do interesse público. A adesão à padronização visual dos ônibus do Rio de Janeiro mostra o quanto essa elite de busólogos anda muito nervosa com o contraste entre sua grande visibilidade e boas relações com os poderosos e o desprezo ao interesse público.

Só essa sensação de contraste faz com que, a partir dessa elite de busólogos, venham as reações mais agressivas e abjetas que se pode ver na Internet. O fenômeno "Jair Bolsonaro" chega a contaminar alguns busólogos, que manifestam seu "nojo" por aqueles que não concordam com tais busólogos.

"O que mais desanima nisso tudo, é ver os comentários sem noção do Sr. Neves. Na boa, a cada dia que passa a busologia se torna mais desanimante e ficando um nojo.", diz um desses busólogos pelegos contra o fotolog de André Neves, numa clara demonstração de nervosismo ao saber que o que essa elite pensa não traduz a vontade popular, por mais que tentem argumentar o contrário.

A situação é bem clara: visando contatos mais influentes ligados à midia, à política e aos dirigentes esportivos nos eventos mundiais de 2014 e 2016, os busólogos pelegos partem para a agressão para desmoralizar quem não concorda com os interesses privados que apoiam.

O nervosismo chega a tal ponto que desperta nos busólogos pelegos um instinto de censura (que eles, cinicamente, não admitem como tal), de pedir que busólogos discordantes retirem as fotos daqueles, a pretexto de terem sido usadas "sem autorização".

Isso dá uma ideia do que tais busólogos poderiam fazer com o Creative Commons (o protocolo de uso livre mas responsável de imagens na Internet). O que faria a atitude polêmica de Ana de Hollanda no Ministério da Cultura parecer café pequeno.

Por isso, vemos o quanto busólogos com visão mais coerente e humilde, como Sydney Júnior e André Neves, abandonarem o hobby, enquanto vemos a desnecessária multiplicação de fotos com ônibus de visual padronizado. Afinal, que diferença faz o novo carro da Real Auto Ônibus com o novo carro da Tijuquinha? E que graça tem apresentar o novo carro da Pégaso diante do novo carro da Bangu?

André Neves chegou a criar um personagem humorístico, o Buzzolango, que narrava absurdos relacionados à busologia. Mas a reação furiosa de busólogos pelegos fez o COL seguir o mesmo caminho da CIA de Ônibus, que é de parar e manter apenas o acervo até então publicado.

A arrogância da busologia pelega pode até garantir visibilidade na grande mídia. Mas é bom que tais busólogos passem a ter mais paciência para aceitarem críticas, e que assumam que estão mais do lado das autoridades que do povo.

Afinal, não é fácil convencer a opinião pública estando do lado de um grupo político - Eduardo Paes e Sérgio Cabral Filho - que reprime vendedores ambulantes, manda prender bombeiros e quer destruir até um estádio de futebol em Niterói, porque esse grupo político já demonstrou ser contra o interesse público, a favor apenas do clientelismo, da especulação imobiliária e de outros conchavos.

Será que tenho que omitir tudo isso e não fazer críticas ao grupo político de Paes e Cabral Filho? E qual será o próximo que "sentirá nojo" das mesmas críticas?

Infelizmente, o golpe de 1964 chegou na busologia carioca. E, como no regime militar, os ônibus agora circulam fardados. A população está enlouquecida, no pior sentido.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Bagunça nos transportes do Rio: parte IV

   Finalizando a série de mudanças desnecessárias de linhas, finalizamos com as linhas do consórcio de araque Intersul. Lembrando que todas estas mudanças poderão ocorrer sem prévio aviso. Falo não pelo blog, mas pela própria prefeitura. Ela ainda pode mudar tudo de novo. Estão fazendo carioca de palhaço! Confira as mudanças:
SMTR - Secretaria Municipal de Transportes
Novos números das linhas do consórcio Intersul

02/06/2011


Consórcio
Nº linha antiga
Nº linha nova
Itinerário
Intersul
206
006
Silvestre - Castelo (circular)
Intersul

SN006
Castelo - Santa Teresa (circular)
Intersul
206
007
Silvestre - Central (circular)
Intersul
010
010
Fatima - Central (circular)
Intersul
010
011
Fatima - Rodoviaria Novo Rio (circular)
Intersul
214
014
Paula Matos - Castelo (circular)
Intersul
107
107
Central - Urca
Intersul
110
110
Rodoviaria - Jardim de Alah (via Tunel Reboucas) (circular)
Intersul
110
111
Rodoviaria - Jardim de Alah (via Elevado/Tunel Reboucas) (circular)
Intersul
119
119
Praca XV - Copacabana
Intersul
121
120
Central - Prado Junior (circular)
Intersul
121
121
Central - Copacabana (circular)
Intersul
123
123
Praca Maua - Jardim de Alah (circular)
Intersul
125
124
Jardim Botanico (Horto) - Central (via Copacabana)
Intersul
125
125
Central - General Osorio (via Aterro do Flamengo) (circular)
Intersul
126
126
Rodoviaria - Copacabana (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
127
127
Rodoviaria - Copacabana (circular)
Intersul
128
128
Rodoviaria - Gavea (via Copacabana)
Intersul
126
129
Rodoviaria - Praia de Botafogo (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
132
132
Central - Leblon (via Aterro do Flamengo) (circular)
Intersul
406
133
Rodoviaria Novo Rio - Largo do Machado (via Estacio)
Intersul
136
136
Rodoviaria - Copacabana (via Leopoldina) (circular)
Intersul
154
154
Central - Ipanema
Intersul
154
155
Central - Ipanema (via Tunel Santa Barbara)
Intersul
157
157
Central - Gavea (via Lagoa e Leblon)
Intersul
158
158
Central - Gavea (circular)
Intersul
571
161
Lapa - Leblon (via Joquei) (circular)
Intersul
572
162
Lapa - Leblon (via Copacabana) (circular)
Intersul
177
169
Praca Maua - Sao Conrado (via Linha Amarela)
Intersul
170
170
Rodoviaria - Gavea (circular)
Intersul
172
172
Rodoviaria - Leblon (via Joquei) (circular)
Intersul
173
173
Rodoviaria - Leblon (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
176
176
Central - Sao Conrado
Intersul
177
177
Praca Maua - Sao Conrado
Intersul
178
178
Sao Conrado - Rodoviaria (via Central)
Intersul
180
180
Central - Cosme Velho (via Largo do Machado)
Intersul
178
181
Sao Conrado - Rodoviaria (via Linha Amarela)
Intersul
184
183
Central - Laranjeiras (via Tunel Santa Barbara)
Intersul
184
184
Central - Laranjeiras
Intersul
176
186
Central - Sao Conrado (via Tunel Santa Barbara)
Intersul
2011
190
Rodoviaria - Leme
Intersul
201
201
Santa Alexandrina - Praca XV (circular)
Intersul
201
202
Rio Comprido - Praca XV (circular)
Intersul
401
204
Estacio - Rio Comprido (via Santa Alexandrina) (circular)
Intersul
209
209
Estacio - Caju (via Sao Cristovao) (circular)
Intersul
210
210
Caju - Praca XV (circular)
Intersul
217
217
Andarai - Carioca (circular)
Intersul
220
220
Praca Maua - Usina (via Haddock Lobo)
Intersul
222
222
Vila Isabel - Praca Maua (via Hospital dos Servidores)
Intersul
226
226
Grajau - Carioca (circular)
Intersul
229
229
Usina - Castelo (circular)
Intersul
401
401
Rio Comprido - Sao Salvador
Intersul
409
409
Saens Pena - Jardim Botanico (Horto)
Intersul
410
410
Praca Saens Pena - Gavea
Intersul
415
411
Usina - Prado Junior (circular)
Intersul
426
412
Usina - Praia de Botafogo (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
413
413
Muda - Jardim de Alah (via Aterro do Flamengo)
Intersul
415
415
Usina - Leblon (circular)
Intersul
409
416
Saens Pena - Jardim Botanico (Horto) (via Tunel Reboucas)
Intersul
432
420
Vila Isabel - Praia de Botafogo (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
433
421
Vila Isabel - Prado Junior (circular)
Intersul
422
422
Grajau - Cosme Velho
Intersul
434
423
Grajau - Real Grandeza (circular)
Intersul
435
425
Grajau - Real Grandeza (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
426
426
Usina - Jardim de Alah (via Tunel Santa Barbara)
Intersul
432
432
Vila Isabel - Leblon (via Tunel Santa Barbara)
Intersul
433
433
Vila Isabel - Leblon (via Copacabana)
Intersul
434
434
Grajau - Leblon
Intersul
435
435
Grajau - Gavea (via Tunel Santa Barbara)
Intersul
434
436
Grajau - Leblon (via Tunel Reboucas)
Intersul
438
438
Vila Isabel - Leblon (via Joquei)
Intersul
438
439
Vila Isabel - Leblon (via Tunel Reboucas/Joquei)
Intersul
463
440
Caju - Copacabana (via Tunel Reboucas/Tunel Velho) (circular)
Intersul
473
441
Caju - Lido (via Sao Cristovao) (circular)
Intersul
S011
442
Mare - Copacabana (via Praca Maua) (circular)
Intersul
S012
443
Mare - Leblon (via Central) (circular)
Intersul
S028
444
Mare - Copacabana (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
S04
445
Morro do Alemao - Copacabana (via Tunel Santa Barbara) (circular)
Intersul
E08
448
Maracai - Sao Conrado (circular)
Intersul
460
460
Sao Cristovao - Leblon (via Tunel Reboucas) (circular)
Intersul
461
461
Sao Cristovao - Ipanema (via Tunel Reboucas) (circular)
Intersul
462
462
Sao Cristovao - Copacabana (via Tunel Reboucas) (circular)
Intersul
463
463
Sao Cristovao - Copacabana (via Tunel Reboucas/Tunel Velho) (circular)
Intersul
464
464
Maracana - Leblon
Intersul
464
467
Maracana - Praia de Botafogo (circular)
Intersul
472
472
Triagem - Leme (via Praca XV)
Intersul
473
473
Sao Januario - Lido (via Tunel Reboucas)
Intersul
474
474
Jacare - Jardim de Alah
Intersul
474
475
Meier - Prado Junior (circular)
Intersul
476
476
Meier - Leblon (via Tunel Reboucas) (circular)
Intersul
503
503
Botafogo - Alto Leblon (via Copacabana) (circular)
Intersul
407
507
Largo do Machado - Silvestre
Intersul
511
511
Urca - Leblon (via Joquei) (circular)
Intersul
512
512
Urca - Leblon (via Copacabana) (circular)
Intersul
511
513
Botafogo - Urca
Intersul
521
521
Sao Conrado - Botafogo (via Copacabana) (circular)
Intersul
522
522
Sao Conrado - Botafogo (via Joquei) (circular)
Intersul
523
523
Alvorada - Leme (via Copacabana) (circular)
Intersul
524
524
Botafogo - Barra da Tijuca (via Humaita) (circular)
Intersul
546
546
Sao Conrado - Leblon (via Estrada da Gavea) (circular)
Intersul
569
569
Largo do Machado - Leblon (via Joquei) (circular)
Intersul
570
570
Largo do Machado - Leblon (via Copacabana) (circular)
Intersul
573
573
Gloria - Leblon (via Joquei) (circular)
Intersul
574
574
Gloria - Leblon (via Copacabana) (circular)
Intersul
584
580
Largo do Machado - Cosme Velho
Intersul
583
583
Cosme Velho - Leblon (via Joquei) (circular)
Intersul
584
584
Cosme Velho - Leblon (via Copacabana) (circular)
Intersul
591
590
Copacabana - Leme (circular)
Intersul
591
591
Sao Conrado - Leme (via Copacabana) (circular)
Intersul
592
592
Sao Conrado - Leme (via Rocinha) (circular)
Intersul
593
593
Leme - Sao Conrado (via Rocinha) (circular)
Intersul
217
602
Andarai - Saens Pena (circular)
Intersul
220
603
Usina - Praca Saens Pena (via Sao Miguel)
Intersul
220
604
Usina - Praca Saens Pena (via Conde de Bonfim)
Intersul
222
605
Sao Francisco Xavier - Vila Isabel
Intersul
226
608
Grajau - Praca Saens Pena
Intersul
413
626
Praca Saens Pena - Muda
Intersul
2014
2014
Gavea - Praca Maua
Intersul
2015
2015
Castelo - Leblon (circular)
Intersul
2017
2017
Rodoviaria - Leblon (circular)
Intersul
SE003
2203
Grajau - Castelo (circular)
Fonte: Prefeitura do Rio