quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

ACIDENTE ENTRE DOIS ÔNIBUS COMPLICA TRÂNSITO NA PENHA, NO RJ


Um acidente aconteceu hoje de manhã no Rio de Janeiro, envolvendo dois ônibus, que se colidiram na pista central da Av. Brasil, altura da Penha, na Zona Norte da cidade. Os ônibus eram da Transportes América e da Viação Vila Real, ambos exibindo a pintura do consórcio Internorte, e eram ônibus considerados semi-novos.


O acidente não deixou feridos, mas obrigou os passageiros de ônibus a saltarem dos veículos, que já estavam bastante lotados. Eles tiveram que esperar no meio da pista, que costuma ter um grande fluxo de veículos neste horário. O trânsito teve retenção devido ao acidente.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

CARLOS ROBERTO OSÓRIO MANDA PASSAGEIROS "PESQUISAREM" ITINERÁRIOS DE LINHAS


O povo que se vire. É assim que disse, apenas em tom mais cordial, o secretário de Transportes do município do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, na reportagem de hoje do Bom Dia Brasil sobre a confusão no sistema de ônibus carioca por causa das mudanças nos trânsitos do Centro.

Osório disse para os passageiros "pesquisarem" os novos itinerários, já que a Prefeitura nem está aí para prestar qualquer tipo de satisfação aos passageiros, que já têm que diferir uma empresa de outra dentro da mesmice da pintura padronizada.

Sobre os problemas do transporte coletivo, Osório tenta livrar a atual prefeitura do ônus da situação, ao dizer que os mesmos são "antigos". Como se, antes de 2010, o sistema de ônibus já mostrasse uma piora que só se nota nos últimos quatro anos.

A verdade é que, antes de 2010, o sistema de ônibus do Rio de Janeiro pode até não ser a oitava maravilha do mundo, mas tinha melhor qualidade em relação a hoje e era referência para todo o país. Havia maior transparência graças à diversidade visual que facilitava os passageiros identificarem uma empresa de ônibus, além de haver maior conforto, maior cuidado com as frotas e por aí vai.

Se a situação não era perfeita antes, hoje é desastrosa. E os passageiros é que pagam caro, confusos na hora de pegar ônibus, sem saber que empresa vão pegar, que itinerário vão seguir, que ponto vão ter que ir para pegar determinada linha. O povo que se vire? Talvez. Mas, do jeito que é a gestão do prefeito Eduardo Paes, para ele e sua equipe, o povo que se dane!

sábado, 15 de fevereiro de 2014

ACIDENTES E ÔNIBUS QUEIMADOS NO RJ, SP E DF


A crise do modelo tecnocrático de sistema de ônibus, com poder concentrado no Estado que impõe sua imagem até na pintura padronizada para as empresas, acumula cada vez mais incidentes dramáticos.

Em São Paulo, dois ônibus bateram na proximidade da Av. Bandeirantes, na Marginal do Rio Pinheiros, sentido Rodovia Castelo Branco. Quarenta e cinco feridos foram atendidos no acostamento. O trânsito teve lentidão devido a duas pistas bloqueadas da Marginal.

Em Brasília, um ônibus (foto acima) enguiçou, na altura do Setor Industrial do Gama, o que deixou os passageiros indignados. No entanto, a intenção de incendiar o veículo partiu de um homem de 19 anos, exaltado com a revolta das pessoas. Como o de São Paulo, o incidente ocorreu na manhã de hoje.

Já no Rio de Janeiro, um ônibus da Expresso Pégaso (consórcio Santa Cruz) atropelou um ciclista na Av. Francisco Bicalho, no sentido Centro. Uma faixa da avenida chegou a ser interditada. O acidente ocorreu na tarde de ontem. Não houve informações divulgadas sobre a saúde da vítima.

E ainda querem manter esse modelo de sistema de ônibus. A sua decadência está visível e não oferece mais respostas para a mobilidade urbana. Para que manter esse modelo de secretários de Transporte prepotentes, ônibus padronizados, sobrecarga profissional e veículos com pressa de cumprir horários em cidades congestionadas?