domingo, 30 de janeiro de 2011

Ônibus de Londres não é padronizado

Depois de ter a infeliz ideia de declarar que " a padronização de pinturas é uma tendência mundial", o prefeito Eduardo Paes e seu capanga Alexandre Sansão, devem ficar bem envergonhados do que vou mostrar aqui.

Eu, como descendente de ingleses, tenho o prazer de lhes dizer que, do contrário que muitos pensam, o sistema de ônibus da capital inglesa não possui pintura padronizada.

Lá há pintura diversificada entre as empresas e os famoso vermelhinhos são apenas os que servem o centro da cidade. Mesmo assim, as empresas que são obrigadas a adotar o vermelho, colocam algum detalhe que possa ajudar na identificação das empresas.

Ah! E todas, vermelhas ou não, deixam bem nítido o nome de cada empresa em sua carroceria.

Portanto, defensores da padronização, que estavam pensando que a medida "era um avanço" só porque era dominante em alguns países desenvolvidos, saibam que o mais busólogo país de primeiro mundo não adotou a padronização, mostrando uma surpreendente diversidade de pinturas e modelos que antes eram motivo de orgulho do sistema de ônibus carioca.

Paes acabou com uma das belezas da capital fluminense e promete acabar com mais belezas. Qual será a próxima? Botar lona no Pão de Açúcar? Colocar saia no Cristo Redentor? Espero que ele não renda a essas loucuras.

Vejam as fotos abaixo, com ônibus de Londres em diversas linhas regulares. Os que tem predominância de vermelho geralmente servem o centro.























Um comentário:

  1. Manifesto do Busão!


    http://blendup.com.br/artes-design/cade-onibus/

    ResponderExcluir