terça-feira, 26 de julho de 2011

Padronização visual já estava decidida um ano antes de sua aplicação

A republicação desta postagem é para lembrar que a padronização visual já estava decidida exatamente um ano antes de sua aplicação. Leiam abaixo o texto original publicado na época no Ultrabus:

Padronização de pintura na frota municipal do RJ? Nããããããooooo!!!!!

O prefeito Dudu Paes já lançou decreto autorizando a padronização de pintura dos ônibus da frota municipal. Pô, já é chato saber que quase todas as capitais têm pintura padronizada, o que significa falta de criatividade, falta de respeito estético à identidade das empresas e confusão para quem mega o transporte. O Rio era uma das poucas capitais que não seguiam uma padronização rigída (embora a colocação do nome da empresa e do número dos carros seguisse uma relativa padronização). Vai ficar chato.

Abaixo, mostro o tal decreto, para vocês lerem com lenços na mão. Buáááá!!!

"O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, DECRETA: Art. 1º. Fica estabelecido o prazo de 60 dias para que a Secretaria Municipal de Transportes – SMTR apresente plano de uniformização das cores dos veículos que compõem a frota do sistema de transporte público de passageiros por ônibus no Município do Rio de Janeiro. Art. 2º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio de Janeiro, 3 de novembro de 2009; 445º da Fundação da Cidade. EDUARDO PAES"

Publicado originalmente no Ultrabus em 04/09/2009.

Um comentário:

  1. O que prova é a FALTA DE TRANSPARÊNCIA nesse episódio DESDE DO COMEÇO. Não foi à toa que vi a pichação PREFEITO SEM PALAVRAS numa alusão de tirar moradores à força para passar os tais Trans da Vida que, sinceramente, será um conto de fadas como foi mostrado no programa "Histórias do Esporte" no canal pago ESPN Brasil.

    Tem ainda essa renumeração absurda das linhas e dos números de ordem dos ônibus. Mesma coisa: FALTA DE TRANSPARÊNCIA.

    OBS: por questões de tempo, se vier, só virei aos Domingos aqui.

    ResponderExcluir